Bem-vindo ao Altruísmo na Net! Este blog foi criado, com toda humildade e apesar das minhas limitações humanas, para dar mensagens positivas e aconselhamentos. Para entender melhor esta ideia e saber quem sou eu, clique aqui.

domingo, 28 de fevereiro de 2010

Está difícil arrumar trabalho?

Eu vejo muitas oportunidades de trabalho. E também vejo cada um puxando brasa para sua sardinha: o governo cobrando impostos, o patrão se esticando para ter lucros, o funcionário se desdobrando para conseguir ganhar mais. Mas, o que está acontecendo? Enquanto muita gente procura empregos de baixa qualificação, e as filas aumentam, aquelas vagas de emprego que requerem pessoal especializado estão sobrando.

O que o patrão mais quer? Lucro. E se você for o funcionário que vai fazer a diferença, com certeza vai dar mais lucros para a empresa. E será importante para o seu patrão. Uma auxiliar de serviços gerais que não faz uso abusivo de desinfetante é um diferencial para a empresa. Ela pode virar supervisora das demais e receber por isso. Tem uma concessionária de produção de alimentos que está pagando R$ 10.000,00 para a nutricionista de produção que fizer a diferença no serviço. Não conheço ninguém que ganhe nem R$ 5.000,00 nesta área. Antes que me perguntem, eu não vou porque não sei e não gosto de produção. Meus negócios são a Cookie e a Nutrição em Foco. Sou felicíssima com meus filhotes.

E você? Seu português está em dia com as reformas ortográficas? Como está seu inglês? Sabe usar o computador com destreza? Depois que se formou continuou se atualizando? Que bom! Pois isto é o mínimo.

Vejo pessoas reclamando, mas que não dão conta do serviço. Preocupam-se em trabalhar menos, ser servidor público para ficar na folga(!) e coisas assim. Lamentável.

Estamos na era da informação. Recursos humanos são os bens mais valiosos que uma empresa tem. Encomendar máquinas é fácil. Queremos seres humanos: valores, competência, cultura, informação, sabedoria, comprometimento. Funcionários chegam na empresa querendo ganhar R$ 4.000,00 mas não conseguem produzir R$ 1.000,00. É impossível!

Que tal arregaçar as mangas, ir atrás, pesquisar, estudar, ler artigos científicos, fazer cursos e ser a pessoa que vai escolher o que fazer da vida? Ser autor ao invés de marionete é muito melhor. As coisas não caem do céu, e eu não acredito em coincidências. Faça por merecer. Ame seu trabalho e faça-se digno dele. E vice-versa. Deus te deu todas as ferramentas para que tenha sucesso. Use-as.

video

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

A natureza é terapêutica

Há quanto tempo você não pisa na grama? Na areia? Descarrega as más energias.

Há quanto tempo não sente um ventinho no rosto suado? A gente se sente mais vivo.

Já abraçou uma árvore? É bastante energizante.

Já reduziu a passada para ver flores nas frestas das calçadas? É a vida superando o concreto quente.

Reparou como as folhas das árvores, nas ilhas nas avenidas da sua cidade, são verdinhas? O trânsito fica mais light.

Há quanto tempo não joga bolinha para um cachorro pegar? É terapêutico.

Eu faço tudo isso (exceto a areia, hehe...).
A natureza é mágica! Pode acreditar.

Minha história:

Quando eu quero descarregar, eu vou para o Parque Vaca Brava, aqui em Goiânia. Foi lá que quebrei o pé, hehe... Às vezes dá bode, mas está valendo! Sento lá, peço uma água de coco (para beber no coco, nada de garrafinha ou copinho...) e fico olhando as pessoas caminharem, correrem, malharem. Tem crianças, cachorros e todo tipo de brinquedo: bolas, velocípedes, bicicletas... No meio do dia, no final do dia... a hora que dá eu vou. Quando preciso de uma boa ideia para minhas consultorias eu faço isso. É um ato meditativo.

Às vezes vou para lá domingo cedo, para dar uma corridinha leve. Sempre é ocasião. Até para tomar um chopp eu gosto dos bares que ficam lá, para eu ficar olhando a água do lago. Amo! Esse aí é o Vaca Brava:

Foto de rfontoura.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Família e conflitos

Até hoje não conheci ninguém que não tivesse problemas familiares. Às vezes graves. Na minha opinião, isso acontece devido à obrigatoriedade da convivência. Porque se você conhece alguém e não dá certo, se afasta. Ou mesmo que goste da pessoa, convive com ela tempo insuficiente para que ela demonstre os defeitos que tem.

Parente é daquele jeito: mesmo que você se mude, os laços de sangue não se desfazem; mesmo que faça tudo errado, se você for o único que ele tem, não vai deixá-lo na sarjeta. Ou vai? Não deveria. Você acha que nasceu na sua família por acaso? Eu não acredito em coincidências. Acredito na Lei de Causa e Efeito. Mesmo que às vezes eu não tenha informações suficientes para entender os fatos, mas sempre há uma explicação. Segundo o Espiritismo, nascemos no núcleo familiar que escolhemos para ter a oportunidade de resgatarmos pendências. Mas se você tem outra fé, não importa. O fato é que todos buscam a paz, independente das causas do sofrimento.

Às vezes é tão difícil, não é? Às vezes somos incompreendidos. Mas...

... tenha paciência e respeito com seus pais.
... respeite o espaço dos seus irmãos.
... tenha ouvidos para com seus avós.
... acolha com carinho os cunhados.
... cuide dos sobrinhos como cuidaria de seus filhos.
... ore pelos seus.
... perdoe, pois você também erra.
... partilhe e dê o exemplo, pois você tem muito a ensinar.

Mesmo que eles não retribuam, Deus está vendo você. A sensação de fazer a sua parte, de buscar a sua evolução, é impagável. É a sua evolução, passo-a-passo. E lembre-se: se não está sendo compreendido, há algum motivo. Busque as respostas e conquiste a paz.

Minha história:

Hoje vou contar só a parte boa. Quero dizer que no final tudo fica muito bem! Aí está o meu núcleo:


Meus pais, Júlio e Doroty:



Minha irmã Raquel, meu cunhado José Humberto e meus sobrinhos Lucas e Amanda:



Meu irmão Antônio Fausto e minha cunhada Fernanda:



A filha deles, minha sobrinha Laura:


Assim como eu, cada um com seus defeitos, qualidades e sonhos. Amo vocês!

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Aproveite o hoje!

Nós fazemos planos, e isso é saudável. Mas viver em função do que ainda não aconteceu é perder tempo! Quantas vezes você se pegou dizendo:
  • Visitarei meus avós, assim que tiver um pouco mais de tempo.
  • Colocarei um biquini, assim que emagrecer.
  • Farei uma doação para a creche, assim que sobrar dinheiro.
  • Direi o que penso, assim que tiver uma oportunidade.
  • Serei feliz, assim que...
E aí a vida passa: sem colo de avó, sem biquini, sem creche, sem voz e sem felicidade. Planeje, mas não adie. Não condicione sua vida a um só aspecto: tempo, dinheiro, corpo... Viva o todo. Pare de inventar desculpas para fugir das mudanças, lute pelo que quer, mas aceite as coisas boas que a vida oferece. Seja feliz hoje, para não cair naquele chavão: "Eu era feliz e não sabia." Esta frase é triste, mas a condição de não deixá-la acontecer e belíssima, pois a felicidade está em suas mãos.

video

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Outra boa ação virtual

Outro site legal é sobre câncer de mama, do Instituto Neo Mama. Ele tem como objetivo dar apoio aos acometidos pela doença. Nele você pode fazer doações, mas só de visitá-lo você já está ajudando. O que acontece é que há empresas que fazem publicidade no site, e quanto mais visitas, mais patrocinadores interessados haverá. Você também pode se cadastrar para receber emails informativos, conhecer a Campanha da Mamografia Digital e novidades da área.



Que tal, então, colocar o site como sua página inicial? Eu fiz isso! Assim, toda vez que você abrir seu navegador estará dando uma contribuição para o site. Vale a pena uma pausinha para ler um pouco mais e se prevenir de uma doença tão triste e crescente em nosso meio!

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Ecologia fácil e rápida

Todos os dias eu ligo meu PC e, dentre as minhas páginas iniciais está o Click Árvore. Foi indicação do meu amigo Ademar Júnior. Posso plantar, sem nenhum trabalho ou custo, uma muda de árvore por dia. Quem quiser pode comprar mudas e plantar mais. O site tem ainda mais um monte de informações sobre o assunto.

A iniciativa é da SOS Mata Atlântica, e o plantio é custeado pelos patrocinadores do site. A cada clique, uma muda é plantada em fazendas de reflorestamento da Mata Atlântica, em SP, MS, MG e PR. Você pode ver o número do lote e o local da árvore que você plantou. Até dia 31/01/2010 eu já havia plantado 274 árvores. O campeão do ranking já plantou mais de 2.800 árvores. Já foram doadas mais de 23.600.000 árvores!

Unidos podemos deixar o mundo melhor, mais bonito, limpo, cheiroso, colorido... Todos nós, e as gerações futuras, merecem.


"Quando a última árvore tiver caído,
Quando o último rio tiver secado,
Quando o último peixe for pescado,
Vocês vão entender que o dinheiro não se come."
Greenpeace

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Ouça música

Música boa é a música que a gente gosta. A música tem o poder de causar alterações em nossas ondas cerebrais. Música é desabafo, meditação, comemoração... As que gostamos fazem com que nosso cérebro libere substâncias que induzem à sensação de prazer. Diversos estudos relacionam a música como agente educativo, na recuperação de doentes, na melhora da performance em atletas, na geração de bebês mais tranquilos, como arteterapia, terapia ocupacional... Enfim, ela tem o poder de transportar-nos para outro mundo. Feche os olhos e viaje nos sons, na melodia da canção. Mergulhe na música, cante, dance! A única regra é ouvir uma música que você goste.

Está com problemas? Ouça uma música inspiradora.
Está sem problemas? Ouça uma música dançante.
Está triste? Ouça uma música engraçada.
Está feliz? Ouça uma música agitada.
Está doente? Ouça uma música positiva.
Está saudável? Ouça uma música de louvor.
Está estressado? Ouça sua música predileta.

"Sempre vai haver uma canção contando tudo de mim. Sempre vai haver uma voz cantando tudo, tudo de nós." (George Israel e Paula Toller)

Minha história:
A parte do prazer com a música no meu cérebro é hiperexcitada. Comecei a tocar piano com 10 anos. Fiz teoria musical e aulas práticas, particulares e também na Escola de Música da UFG. Estudei até os 20. Olha eu aí em um dos recitais que participei! Eu era estudiosa... hehe...



Depois deixei, mas continuo gostando de shows, música, dança. Sou daquelas que dança sozinha no meio da sala, no escritório... Adoro uma melodia calma (músicas da série Buddha Bar), outras vezes instrumentais mais pesadas (Apocalyptica), uma voz aveludada (Zeca Baleiro), uma voz afinada como um sopro divino (Ney Matogrosso, Regina Spektor), uma boa combinação de letras e ritmos (Jota Quest, Lulu Santos, Os Paralamas do Sucesso), pérolas negras que dispensam comentários (Renato Russo, Cazuza), espetáculos e performances (Cher), bom humor (Ultraje a Rigor), atitude (Edson Cordeiro), um balanço irresistível (músicas disco), misturas inusitadas (Beirute)... São tantos talentos, tanta criatividade, tantas possibilidades! Nossa, eu ficaria aqui o dia todo...

Escolhi cada clipe com extremo carinho. Espero que gostem!